A importância do tratamento do alcoólatra

alcoolismo

A importância do tratamento para alcoólatras

O alcoolismo é um problema muito sério que afeta a vida de milhares de pessoas. O álcool é uma droga que causa o vicio e seus efeitos podem ser irreversíveis, principalmente em um longo tempo de uso. Felizmente existem tratamentos para alcoólatras com excelentes resultados.

Todo vicio se desencadeia com a constância do uso. Tudo começa com poucas doses apenas para se divertir com os amigos. É o que realmente acontece, no começo.

Com o tempo o consumo vai ficando ainda mais intenso. As doses que eram bebidas anteriormente já não causam os mesmos efeitos embriagantes e é necessário aumentar as quantidades consumidas.

Desta forma o álcool vai se tornando cada vez mais presente na vida da pessoa. Até o momento que não pode mais se libertar deste habito sozinha. O álcool é responsável por uma ampla gama de doenças físicas e mentais. Além de ser o responsável por milhares de problemas familiares e domésticos.

Devido ao álcool ser uma droga legalizada e bastante popular, milhares de pessoas sofrem com esta dependência química. A dependência do álcool possui tratamentos que podem reverter o quadro de vicio e dar uma nova vida para o dependente.

Quem pode ser considerado um alcoólatra

Segundo a Organização Mundial de Saúde o alcoolismo é uma doença. Essa dependência química como citamos anteriormente pode trazer diversos danos ao individuo desde problemas graves de saúde a problemas de natureza social.

Um determinado indivíduo é considerado alcoólatra quando tem um consumo desta substância de maneira constante, progressiva e descontrolada. Este consumo começa a afetar o seu contato social seja com a sua família e amigos ou mesmo no trabalho.

A bebida alcoólica se torna de fato a companhia do usuário, que prefere consumir a droga a ter uma vida sociável ou mesmo uma boa carreira no trabalho.

Quando um indivíduo começa a apresentar estes sinais deve receber uma atenção maior e a busca por tratamentos para alcoólatras deve ser realizada o mais rápido possível.

Os comportamentos dos alcoólatras são diversos. Mas o que todos têm em comum é a defesa que fazem ao consumo do álcool. Geralmente relacionam o álcool a momentos de felicidade, êxtase e alegria ou mesmo dizem que só o álcool pode livrá-los do sofrimento que vivem.

Diversos fatores podem levar a pessoa ao consumo excessivo do álcool. Doenças psicológicas como a depressão podem ser uma das causas da dependência química.

Outra causa muito comum do desenvolvimento do alcoolismo é a crendice de toda uma população ou pelo menos de grande parte dela. Que de certa forma relaciona o consumo de álcool a uma vida feliz e de status. Isso é uma forte motivação para o consumo da substância por grande parte da população.

Qual a idade que o alcoolismo mais se manifesta

O álcool não tem idade certa para atingir o individuo e torná-lo um dependente químico. Entretanto o índice de jovens que consome a droga é muito grande. Os jovens e adolescentes estão tendo contato com o álcool cada vez mais cedo.

Desta forma o índice de alcoólatras é diretamente proporcional a esta taxa. Mas não são apenas os jovens que sofrem com o consumo descontrolado do álcool. Até mesmo idosos são vitimas deste composto químico todos os anos.

Esta droga está muito difundida na nossa sociedade atual e está sempre relacionada à alegria e curtição. Isto atrai os jovens e adultos das mais distintas idades para o seu consumo.

A mídia com a publicidade relacionada a venda e produção do álcool é sem dúvidas um dos mais incentivadores ao consumo desta droga nociva para a saúde do individuo e também a estrutura funcional da sociedade.

Principais sinais do alcoolismo

Muita gente afirma conhecer muito bem um alcoólatra embora não consigam delinear os seus sintomas. Outro problema que ocorre é a confusão entre alcoólatras e abuso do álcool que as pessoas não conseguem distinguir.

O abuso do álcool não é alcoolismo. Isso porque é realizado uma vez ou outra onde o individuo ingere uma quantidade alta de álcool. O alcoolismo possui seus sintomas particulares que devem ser analisados com bastante cautela.

Os principais sintomas do alcoolismo são:

  • Compulsão: esta é uma necessidade ou vontade incontrolável de consumir alguma bebida alcoólica. Esta compulsão apenas desaparece quando o individuo consome a substância do seu desejo.
  • Ausência de controle: depois de ingerida a primeira dose de uma bebida alcoólica a pessoa simplesmente não consegue parar por ali. Sendo assim ela bebe toda a garrafa ou bebidas a sua disposição.
  • Sintomas físicos: a abstinência é um dos principais sintomas do alcoolismo e são apresentadas com características físicas como suor, náusea, tremores e ansiedade. Tudo isto surge quando a pessoa não consome a droga por um determinado tempo.
  • Tolerância: com o tempo as quantidades de álcool consumidas são cada vez maiores para gerar os efeitos de embriagues que o dependendo procura.

Nem todos os sintomas podem aparecer de uma vez em determinado individuo. Porém, sem dúvidas o mais marcante é a compulsão. A compulsão pela substância é tão forte como a própria fome ou sede. Isto não permite, em muitos casos, que o próprio dependente consiga abandonar o vicio com a própria força de vontade. É neste momento que a ajuda deve chegar para a situação encontrar um fim melhor através dos diversos tratamentos para alcoólatras.

Tratamentos para alcoólatras

Os tratamentos para alcoólatras são realizados por especialistas que oferecem atendimento de qualidade. É interessante o tratamento ser feito por consultas com um psicólogo e um psiquiatra. Em raros os casos são necessários internações.

Todos os cuidados são muito importantes neste momento frágil da vida do dependente. Os dependentes devem ser tratados com muito carinho e atenção especial a sua condição.

A dependência, como citamos anteriormente é considerada uma doença e deve ser tratada como tal. Assim é possível ter uma recuperação total do individuo que volta a ter uma vida normal longe do álcool.

Os tratamentos para alcoólatras devem ser realizados sob o consenso do dependente químico. Todo o apoio moral é fundamental para a sua recuperação. As consultas contribui de forma direta para a sua melhoria e a família também deve apoiar esta decisão.

Não deixe o álcool destruir a sua família. Existem diversos tratamentos para alcoólatras e a recuperação é possível. Tenha uma vida nova livre da dependência química.