Alguém irá te julgar, e agora?

Muitos de nós, como seres humanos, somos #vulneráveis.

Somos vulneráveis a uma série de questões. Principalmente a crítica.

A depender de cada um, as vezes reagimos a#crítica com deboche, as vezes ficamos irritados, ou as vezes agradecemos por ela.

Muitos de nós temos medo da crítica. Temos medo do que os outros vão falar sobre a nossa opinião, ou sobre como seremos julgados.

As vezes, dentro da nossa cabeça já nos julgamos antes mesmo de falar. As vezes nos julgamos tanto, que o medo não nos deixa falar ou praticar tudo aquilo que temos desejo.

Devido a essa #vulnerabilidade, devido ao medo e ao pré julgamento que fazemos de nós mesmos, muitas vezes simplesmente deixamos de fazer algo bom.

E sabe de uma coisa: por mais benéfico, por mais belas atitudes que você tenha, por mais que queira o bem do outro, você será julgado e criticado por alguém.

Não importa o quão bem você faça, em algum momento alguém irá te julgar por aquilo.

Assim foi feito com Jesus Cristo.

Quem somos nós para não aceitarmos as #críticas, se o próprio Jesus Cristo foi difamado em Praça Pública.

Diante das críticas, por mais medo que você tenha, se você pensa em fazer o bem aos outros e a você mesmo, desde que a sua atitude não acometa o bem estar do outro, faça o que tem de ser feito respeitando os limites do outro.

As vezes deixamos de fazer pequenas coisas no nosso dia, simplesmente pelo medo de ser julgado e criticado.

Por mais consciência que tenho disso, falar em público e expor minhas ideias ainda é um grande medo.

Assim como eu, sei que muitos também possuem sentimento semelhante.

E o aprendizado do dia de hoje, é que não basta termos medo, temos que às vezes nos expor. Mostrar nossas fragilidades.

E apesar de todo o meu medo, toda minha dificuldade de me expressar, eu estou aqui, escrevendo e falando em alguns vídeos.

E digo que vale a pena tentar!!!!

Tente!!! Se esforce!!! Lute contra seus #medos mais íntimos!

O #treino diário e fundamental para diminuir esses medos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *