Posso estar errado, espero que não!

Posso estar errado, espero que não!

Vejo o Bolsonaro tentando corajosamente lutar contra o stablishiment do cenário econômico e político existente no Brasil.

Houve uma forte luta para combater e tirar o PT do poder, e nessa luta muitos se juntaram para ser contra o PT, inclusive parte da mídia, alguns políticos e grandes empresários.

Porém quem ganhou foi um candidato que nas últimas décadas do Congresso poucos lhe davam valor e tempo de TV para responder perguntas de repórteres. Poucos o chamavam para entrevistas.

Bolsonaro ganhou as eleições, o PT saiu do poder. O sonho de muitos foi conquistado de forma legítima.

Porém Bolsonaro agora luta não contra o povo, mas contra o stablishiment.

E que tal de stablishiment é esse?

Ele luta para mudar a forma como as coisas acontecem no Brasil.

Durante anos foi criado o lindo discurso que o PT era a favor da redução das desigualdades entre as pessoas, mas na prática só aumentou o poder do Estado e piorou muitos serviços públicos, apesar da alta carga tributária.

Durante anos foi criado a ideia de que empresários são contra os funcionários, e que os empresários só ganham e não trabalham, sendo que apenas os trabalhadores lutam. Na prática ser pequeno empresário no Brasil é uma grande dificuldade devido aos impostos gigantes, aos trabalhos de dia/noite e sem direito algum. Se ficar doente, não há atestado médico para faltar e ganhar o dinheiro no fim do mês referente a sua ausência no serviço.

Durante anos o PT criou o discurso da educação acima de tudo, e na prática o que se observou foi uma qualidade inferior e milhares de pessoas formadas com dívidas do financiamento estudantil e o Banco cobrando mensalmente. Muitos desempregados.

Na prática, o stablishiment mantém o poder dos grandes corruptores, mantém o poder dos bancos (independente se é privado ou se é público).

O stablishiment deseja manter as mordomias para os mega milionários por meio do que já foi criado, por meio das negociatas escondidas no Congresso.

O stablishiment mantém o poder da mídia tradicional durante a revolução digital que estamos vivendo, dando pouca voz a população pelas redes sociais.

O stablishiment mantém a opinião pública interessada em assuntos importantes, mas não tão estratégicos e fundamentais para a sua própria manutenção.

O stablishiment desvia o assunto principal e estratégico da população para manter-se no poder.

Bolsonaro, ao meu ver, luta contra um poderoso stablishiment. De ambos os lados.

Para compreendermos o stablishiment precisamos de parar de ver apenas manchetes de jornal, precisamos de ler profundamente os dois lados da moeda, precisamos conhecer melhor sobre o que estamos falando.

Precisamos aprender com fontes diversas.

Se tivermos preguiça de ler e principalmente preguiça de tentar compreender o que está por trás de cada ação de um político, teremos como consequência um país com preguiça de crescer.

E exatamente por apoiar a valorização do ser humano como indivíduo e respeita-lo diante do cenário político e econômico brasileiro, irei apoiar as propostas da reforma da previdência e da lei anti crime enviadas pelo Presidente Bolsonaro logo no início do ano, que o Congresso Brasileiro faz questão de tentar manter esse tal de stablishiment.