Reflexões de um ansioso

Tem dia que quero isso,

Outro dia quero aquilo,

No outro isso já não é suficiente.

E no quarto dia lá veio o desânimo,

pois não sei mais o que desejo.

Desânimo, tristeza, falta de expectativa, o que fazer da vida?

Não sabe?

Busque ajuda, remédio pode ser bom, ou terapia pode ser o suficiente.

Um bom ombro amigo, quem sabe?

Conheça mais sobre sua vida, se conheça.

Descubra como você lida com os pensamentos constantes que tem no seu dia a dia.

O que fazer quando não se está bem?

Faça uma atividade prazerosa, procure o que é a sua essência, o que você gosta.

A politica está te afligindo?

As notícias ruins estão cada vez maiores?

Será que os acontecimentos ruins estão aumentando de frequência ou mais notícias estão chegando até você?

Está desacreditando no ser humano?

Ou sua descrença é no seu partido que tanto confiava? Ou seria na rua religião?

A sua vida vai ficar na dependência dos outros?

Vai deixar outra pessoa, seja ela natural ou jurídica, comandar a sua mente?

Até quando será vítima?

Quando irá atuar e parar de ser vítima?

Você vai acreditar em alguém?

Você vai acreditar na essência e na verdade do outro?

Você acredita em o que você é, sua história, sua experiência e o que você é capaz?

O ser humano é muito complexo para querer entender o outro e querer controlar as vontades e desejos do outro.

Até quando você vai controlar a vontade do outro e deixar de fazer os seus próprios desejos?

Busque o seu interior, a sua felicidade, o seu aqui, o seu agora, junto com a gratidão do dia e da vida.

Feliz por estar aqui, hoje, escrevendo algumas linhas de reflexão, que escuto por aí.

Se você vai gostar ou não vai gostar, não está no meu controle.

São as angústias da vida, que todos os seres humanos apresentam, alguns mais intensos, outros nem tanto.

Como lidar com isso?

Se conhecendo, buscando a sua natureza interior, buscando seu próprio conhecimento e o seu prazer interno.

Como descobrir o prazer?
Como nos descobrir?

Se concentrando e tendo um tempo para si, para focar em você e na sua vida.
Com atividades físicas, meditação, concentração, escrevendo e com leituras.

Tenha experiências diferentes.

Desfrute o dia,
a atividade física,
a vida.
O sorriso de alguém.

Qual é sua felicidade?
Qual é seu dom?
Como é a vida?

Para que tanta ansiedade?

Se estamos hoje, no aqui, no agora…
sem motivos para nos exceder.

Sem motivos para se preocupar com futuro, porque não sabemos o futuro.

Não sabemos o amanhã.
Presencie, o que é você hoje e agora?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *