Sobre Ana Carolina

Psicóloga

Conheça a História da Psicóloga Ana Carolina

Sou Ana Carolina de Oliveira Mello, nasci em uma típica cidadezinha do interior de Minas Gerais de nome Tiros, situada na região do Alto do Paranaíba. Me formei em Psicologia na cidade de Arcos pela PUC – Minas em 2008. Sou pós-graduanda em Clínica Psicanalítica com crianças e adolescentes, também pela PUC – Minas.

Desde que conquistei o diploma de psicóloga, por diversas questões, tive oportunidades de morar nos seguintes estados brasileiros: MG, PA, SP e RJ. Conheci diversas culturas, pessoas, lugares e também tive a possibilidade de atuar em diversas áreas da psicologia, da saúde, jurídica, social, e educacional. A Psicologia Clínica/Saúde sem dúvida é a minha vocação, área que tenho maior experiência profissional. Em agosto de 2017, me mudei para Belo Horizonte. Buscando meu aprimoramento, crescimento, valorização e reconhecimento profissional. Essencialmente, vim para o despertar do meu propósito de vida: auxiliar pessoas, famílias e instituições através dos conhecimentos e práticas próprios da psicologia; colocar o meu trabalho (e o meu coração) a serviço do bem-estar alheio; levar esperanças e novos horizontes aos que se encontram necessitados e desejosos de auxílio psicológico profissional; ajudar pessoas a se ajudarem, realizando juntos, ajustes e reajustes que possam vir a trazer mais harmonia, qualidade de vida e felicidade.

Com profunda reverência e muita alegria, a partir de fevereiro de 2018 passo a integrar a Equipe Multiprofissional do Consultório de Psiquiatria – Dr. Diego Tinoco, contribuindo com atendimentos a pacientes de todas as idades.

E para quem quer saber um pouco mais sobre minha história, vou contar:

Minha mãe é natural da zona rural de Tiros, meu pai é natural da zona rural de São Gotardo, cidades vizinhas. Apesar de criados e crescidos em regiões próximas, só vieram a se conhecer aqui em Belo Horizonte. Ambos se mudaram para a capital com o intuito de alcançarem melhores condições de vida através de melhores condições de trabalho.

Dois anos depois do casamento de meus pais, nasceu meu único irmão, e dois anos depois mamãe me deu a luz. Minha família morava em Belo Horizonte, e escolheram Tiros como minha cidade natal. Após meu primeiro um ano e meio de vida morando na capital, meu pai foi aprovado num concurso na cidade de Tiros. E essa foi a minha primeira mudança, de muitas.

Por volta de meus três anos, papai foi transferido para uma cidade vizinha, Rio Paranaíba. Lá ficamos por quatro anos, período em que ele se dedicou a faculdade de Direito, em Divinópolis. Mamãe, sempre trabalhando muito para a manutenção do lar, cuidados e criação dos filhos e sempre muito, muito amorosa com meu pai. Ele graduou-se e tornou-se advogado. Para o início de sua carreira como advogado, nos mudamos para Patos de Minas, também no Alto do Paranaíba, uma cidade maior e referência na região. Aos sete anos, minha terceira mudança.

Com quatorze anos comecei a trabalhar com meu Pai, realizava serviços de banco, atendimento ao público, protocolava documentos no Fórum, dentre outras tarefas que envolviam a função de secretariá-lo. Foi maravilhoso poder estar mais perto dele e aprender coisas que não se aprende nas Universidades, principalmente sobre o respeito, amor e bom-humor com que ele atendia a qualquer pessoa que o procurasse. Eram suas primeiras ações para aliviar o sofrimento daqueles que o buscavam para uma resolução de algum conflito jurídico, que sempre vinha acompanhado de algum desgaste emocional.

Durante os “tumultos e desordens” característicos da adolescência, eu tive a honra de ser iniciada nos ensinamentos e práticas do yoga e da meditação. São muito mais do que práticas milenares com comprovados efeitos benéficos para o corpo, mente e espírito, visam nos capacitar para um olhar mais amoroso para com a vida e para com todos os seres, através do aprimoramento pessoal. É um benéfico estilo de vida, um grande aliado da saúde mental, pude aprender as práticas por meio do Professor de Yoga e Terapeuta Ayurvédico, Mário Lúcio Silva, meu guru para toda a vida.

Desde a infância se destacam meu amor e paixão pelas crianças e idosos, pela natureza e pelos animais. Sempre tive um olhar atento, observador; gostar de ouvir as pessoas, ouvir com atenção e me comunicar com empatia, são características pessoais inatas. Devido a essas e outras características e vivências pessoais, desde o início do ensino médio, aproximando da necessidade de escolher um curso de graduação e por consequência, um caminho profissional a seguir, não tive dúvidas quanto ao meu desejo pela Psicologia.

Natural que nos percamos de nós mesmos diante de diversas situações que se apresentam, e está tudo bem em ser assim, faz parte do nosso processo evolutivo. O importante é sempre nos atentar da necessidade de nos encontrarmos quando perdidos estivermos, olhar de frente para quem realmente somos e quem realmente queremos nos tornar, transformar nossos medos e limitações em coragem e oportunidades.

Adaptarmos às mudanças da vida, aquelas impostas e também as escolhidas, se faz necessário. Reconhecendo, aceitando e seguindo o meu propósito de vida – Ser Psicóloga – me proponho a auxiliar pessoas na busca e ressignificação delas mesmas e da verdadeira felicidade, aquela que habita dentro de todos nós.