Dependência química de cocaína e seus efeitos

cocaina

A dependência química de cocaína

O uso de substâncias químicas causa dependências físicas e psíquicas com quadros muitas vezes irreversíveis. A cocaína é uma desta drogas que podem destruir vidas e famílias devido aos seus efeitos e a dependência que o usuário desenvolve.

A cocaína é uma droga bastante difundida pelo mundo e conta com milhares de usuários. O tráfico desta substância é um dos mais lucrativos esquemas ilegais do planeta. Isso torna a sua coibição muito complicada ou mesmo impossível.

Assim cada vez mais novos usuários de diferentes classes sociais estão entrando no ciclo de consumo da droga. A cocaína também tem outro fator que pesa contra ela e que a torna ainda mais popular e aumenta as chances do vício. A substância está diretamente relacionada ao consumo de bebidas alcoólicas e o próprio álcool pode aumentar o desejo de uso de drogas, se a pessoa já fez uso prévio de drogas.

Continue lendo e entenda como a cocaína age no cérebro do dependente.

A cocaína e seus efeitos

 

A droga geralmente é inalada em forma de pó branco. Assim chega ao cérebro rapidamente e os seus efeitos narcóticos podem ser presenciados em questão de minutos.

Estes sintomas são na maioria das vezes os maiores responsáveis pela dependência, seja ela química ou mesmo psíquica. Alguns destes efeitos induzem o usuário a utilizar outros compostos químicos. Sendo o mais popular o álcool.

Existem basicamente dois tipos de efeitos da cocaína no organismo e na vida do dependente. Há o efeito em curto prazo que está diretamente relacionado com as sensações provocadas pela substância reagindo com as químicas cerebrais. Estes efeitos são o auge do uso da cocaína e são os responsáveis pelo uso continuado da substância.

Além destes existem os efeitos de longo prazo que estão associados aos problemas de saúde que estes agentes químicos podem levar.

Muitos destes problemas de saúde são irreversíveis e em casos extremos podem levar até mesmo à morte. O consumo excessivo conhecido como overdose leva até mesmo à morte instantaneamente.

Continue lendo e descubra como funciona cada etapa de efeitos provocados pela droga no organismo de seus usuários.

Efeitos da droga em curto prazo

 

Quando a droga é inalada ou mesmo injetada os seus efeitos surgem rapidamente no organismo. A ativação da dopamina no cérebro é um dos aspectos primários do uso desta substância.

Dessa forma é possível presenciar efeitos como:

  • A euforia
  • Taquicardia
  • Paranóia
  • Irritação exacerbada
  • Alivio aparente dos problemas da vida
  • Sensação de leveza e bem estar (estes ocorrem principalmente nos primeiros minutos do uso da substância e é um dos grandes causadores da reincidência do uso)

Estes efeitos podem ser presenciados em sequencia ou mesmo aparecem apenas alguns em cada uso. Algumas pessoas se tornam muito agressivas imediatamente após o uso enquanto outras se tornam depressivas e melancólicas.

Portanto cada usuário apresenta seus próprios sintomas com o uso da cocaína. Outro fator que está diretamente relacionado aos efeitos da droga é a quantidade ministrada em cada uso.

Todos estes efeitos podem simplesmente desaparecerem em poucos minutos dando lugar a outros. A mudança no humor é uma destas variações. A pessoa está eufórica e no momento seguinte apresenta quadros de depressão aguda ou mesmo psicose química.

Efeitos da droga em longo prazo

Estes são os efeitos, que muitas das vezes, os usuários nem possuem consciência e que causam danos severos a saúde ou mesmo são irreversíveis além de levarem a morte.

Estes efeitos surgem em usuários que fazem o uso continuado da substância e podem ser presenciados de forma bastante direta. Alguns destes efeitos são:

  • Perda do apetite
  • Aumento da pressão arterial, batimentos cardíacos e elevação da temperatura corporal
  • Contração dos vasos sanguíneos
  • Aceleração do ritmo respiratório
  • Dilatação das pupilas
  • Ausência de sono
  • Náuseas
  • Comportamentos estranhos considerados erráticos e até mesmo crises de violência.
  • Alucinações e irritabilidade
  • Alucinações táteis que provocam a sensação de insetos caminhando pela Este fator também é responsável por alguns comportamentos estranhos dos usuários
  • Euforia intensa
  • Ansiedade aguda
  • Paranóia repentina
  • Quadros grave de depressão
  • Fissura pela droga
  • Convulsões podem surgir após o uso ou mesmo quando há ausência da substância no organismo
  • Infarto Agudo do Miocárdio
  • Doença Renal
  • Doenças Intestinais
  • Morte

Todos estes efeitos em longo prazo são presenciados em diversos usuários. Entanto isso não significa que todos os efeitos devem surgir no mesmo individuo ou de maneira constante.

Tratamentos para os dependentes da cocaína

A dependência por esta substância pode ser tratada. Os efeitos colaterais à saúde dependerão da quantidade de substância consumida e também do tempo que os usuários se submeteram ao uso constante da droga.

Em muitos casos é possível ter melhoras muito intensas, principalmente quando há união entre paciente e familiares. Embora em alguns casos podem haver sequelas irreversíveis para os usuários.

O auxilio de profissionais e um apoio multidisciplinar com o paciente e a família pode auxiliar nesse processo. Digo que um acompanhamento em conjunto com a família é significativamente melhor quando o individuo tenta parar sozinho. O entendimento da doença por parte da família torna-se uma condição indispensável para evitar grandes discussões e desgostos, principalmente em momentos difíceis de fissura.

Quando se tem crises de abstinência muito intensas o anseio pelo uso da droga é tão forte que alguns pacientes ficam muito agitados e até agressivos, e nesses raros casos avalia-se uma internação. Nestes momentos o uso de medicamentos é uma ferramenta muito importante para o tratamento destes dependentes.

Outra forma de tratamento são os acompanhamentos em consultórios com psiquiatras, psicólogos, psicanalistas ou terapeutas. Reforço a importância de um trabalho em conjunto com profissionais, pois cada profissional tem seu valor e seu processo de trabalho no auxílio da recuperação do paciente.

Não deixe a sua vida ou de seus familiares serem destruídas pela dependência química de cocaína.

Deixe seu comentário.