Pesquisar

O que fazer quando um dependente químico recuperado tem recaída?

Last Updated on 20 de outubro de 2021 by Diego Tinoco

recaída dependência químicaTodo tratamento de dependência química faz com que toda a família se envolva e precisa de um acompanhamento cheio de amor, compreensão e muita paciência. Mesmo assim, as recaídas podem acontecer e, muitas vezes, os familiares não sabem como proceder e muito menos a quem recorrer.

Mas calma! Com cuidado, dedicação e ajuda profissional, esse problema pode ser resolvido. No post de hoje, reunimos informações para que você saiba o que fazer quando um dependente químico tem uma recaída. Vamos lá?

Não se alarme ao extremo

Quando o consumo de drogas é retirado de uma vez só da vida de um dependente químico, o organismo responde à falta das substâncias. A recaída, por sua vez, é um acontecimento provável e, muitas vezes, esperado pelos profissionais.

Ao se alarmar demais com esses momentos, você passa ao dependente químico uma visão de incapacidade da parte dele em vencer o consumo de drogas. Com isso, os sentimentos de culpa e a depreciação serão cada vez maiores.

Procure entender de forma consciente o que causou a recaída e não faça com que a pessoa se sinta culpada. O segredo é demonstrar compaixão e apoio.

Procure ajuda profissional

O profissional de saúde saberá exatamente o que fazer a partir quando o dependente tiver uma recaída. Os psicólogos e psiquiatras são os profissionais mais indicados para opinar, pesquisar, analisar e reverter casos.

Eles vão conversar com o paciente e rever todos os trajetos e sentimentos que o fizeram ter essa recaída. Assim, ao primeiro sinal do dependente, consulte o psicólogo ou psiquiatra que o acompanhou desde o começo.

Mude os hábitos novamente

Quando é iniciado o tratamento contra a dependência, os primeiros passos são as mudanças dos hábitos da época em que o dependente químico usava as substâncias entorpecentes.

As recaídas indicam que as mudanças não foram suficientes para o fim do vício. Na base do erro e do acerto, os hábitos devem ser mudados novamente até que a necessidade do uso de drogas acabe ou reduza significativamente.

Incentive a prática de esportes

Os esportes são grandes aliados dos tratamentos contra a dependência química. Com a prática desportiva, além de se sentir útil e encorajado a superar cada vez mais seus limites, o dependente ainda conta com os hormônios do bem-estar que são liberados com exercícios.

Incentive de todas as maneiras a prática de esportes e, melhor ainda, faça exercícios físicos que podem se adaptar à família inteira, aumentando assim o convívio de vocês.

Seja calmo, compreensivo e amoroso

Apenas com calma, compreensão e muito amor que os pacientes conseguem vencer esse problema. A dependência química é vista como uma doença, por isso, todas as necessidades que um doente tem os dependentes químicos também têm. Nunca desista de quem você ama e ajude-o a dar um passo de cada vez para que a vitória seja alcançada.

Para um dependente químico, é muito difícil voltar à vida normal após o uso de drogas. Normalmente, o sentimento é de vergonha e de isolamento. Por esse motivo, é fundamental que o dependente químico recuperado possa contar com seus amigos, seus colegas e, principalmente, seus familiares.

Quer compreender o que a família deve esperar de um dependente em recuperação? Então, leia nosso artigo sobre o assunto.

Compartilhe o Post nas redes sociais:
Picture of Diego Tinoco

Diego Tinoco

Diego Tinoco é cidadão brasileiro. Nasceu em Curvelo-MG e atualmente reside em Belo Horizonte. É médico, psiquiatra pelo Hospital das Clínicas da UFMG, pós graduado em saúde da família pela UFMG. Nesse site você encontra opiniões do cidadão sobre a vida e o mundo.

Posts Relacionados ao tema