Dificuldades no casamento, como superar?

Você já deve ter escutado falar sobre a crise dos sete anos, certo? E os relatos de diversos casais que tentam durante anos ter filhos e enfrentam dificuldades na relação após a chegada deles, já ouviu algum? Pois bem, esses são relatos comuns no dia a dia de uma conversa sobre casamento. Mas para superar as dificuldades no casamento não existe uma receita de bolo, apenas algumas atitudes que podem ajudar a salvar a relação.

Tanto a chegada de filhos como também o tempo de convivência no casamento podem ser motivos para que a relação fique estremecida. Segundo pesquisas feitas nos Estados Unidos, 25% dos casais enfrentaram o processo de divórcio após o quinto ano do primeiro filho.

As causas relatadas pelas famílias são diversas. Entre elas, a dificuldade de comunicação seguida de falta de intimidade, insegurança em relação ao corpo, no caso das mulheres e sentimento de abandono, no caso dos homens.

Contudo, antes de agir para resolver problemas que afetam a relação é necessário identificar o que deixou de fazer sentido e o que é possível recuperar.

Sinais de que o casamento enfrenta dificuldades

Muitas crises poderiam ser evitadas se os parceiros percebessem os sinais a tempo de corrigi-los. São coisas simples do dia a dia que surgem inesperadamente, e vão minando a relação como traça atacando madeira.

Veja a seguir alguns exemplos do que pode sinalizar para uma crise. No entanto, considere o grau da situação e as particularidades de cada casal. Além dos sinais, há algumas dicas que podem ajudar a superar as dificuldades no casamento.

Desinteresse sexual

A falta de interesse sexual dentro do casamento é algo relativo, pois cada pessoa tem níveis diferentes de libido. Embora seja uma situação peculiar, alguns casais conseguem identificar quando a frequência de relação sexual no casamento diminui de maneira drástica e podem sentir rejeição.

Muitas vezes essa situação precisa ser resolvida com ajuda médica, uma vez que existe uma condição chamada desejo sexual hipoativo (DSH), que normalmente acomete homens com mais de 60 anos, que pode estar afetando a busca por sexo na relação.

Já as mulheres podem sofrer com o padrão de beleza estabelecido e se sentir inseguras com seu aspecto físico após uma gestação ou outra situação.

Nesse sentido, muitos tabus também são responsáveis pelo distanciamento do casal e devem ser desmistificados com diálogo. Por exemplo, o uso de brinquedos sexuais pode apimentar a relação. Outra solução é mudar de ares, fazer uma viagem romântica ou ir a um motel em algum dia da semana.

Falta de diálogo na relação

Algumas pessoas podem se sentir sozinhas, mesmo acompanhadas um do outro. Isso não é falta de amor, mas sim, falta de diálogo.

Quando os assuntos estão desencontrados ou não há paciência para a escuta das preocupações do outro, o desejo de se manifestar vai embora.

Nesse momento, é importante retomar o diálogo, trazendo os assuntos que são mais interessantes ao casal ou até mesmo temas corriqueiros.

Tente recuperar os interesses em comum. Se ambos gostam de um programa de TV, por que não falar sobre ele? Se gostam de um estilo musical, um concerto de alguma banda que o casal gosta, mesmo que seja pela televisão, vai reacender um assunto em comum.

Nutrir a confiança e a conexão através do diálogo é importante em qualquer relacionamento, especialmente no casamento.

Poucos momentos de diversão à dois

Contas a pagar, a escola dos filhos, compromissos de trabalho e outras obrigações da vida adulta podem fazer com que os momentos de diversão fiquem mais raros na relação. Nesse sentido, a leveza vai se perdendo e o casamento pode se tornar mais uma obrigação a cumprir.

Momentos de diversão à dois são importantes numa relação, pois estreitam a intimidade e propiciam o diálogo. Esses momentos podem ser simples, como um filme no final de semana ou uma caminhada no parque. Mas também podem ser especiais, como um jantar à luz de velas.

Contornando a crise: dicas para superar dificuldades no casamento

Além das situações citadas, muitas outras podem acontecer de modo a fragilizar uma relação. No entanto, algumas atitudes podem fazer a diferença quando o assunto é superar dificuldades no casamento. São elas:

Reconheça seus erros

Uma atitude muito comum entre casais em crise é apontar o erro do outro sem observar quais são seus próprios erros. Essa autocrítica ajuda a gerar empatia e perceber quais são as posturas que incomodam seu parceiro. Assim como é importante sinalizar limites, apontar culpados não ajuda a reconstruir uma relação.

Por isso, peça desculpas quando houver uma falha de sua parte e evite a comunicação agressiva. Seja como for, uma relação não deve ser um campo de batalha, mas sim um porto seguro.

Mantenha o respeito

Em qualquer relação, o respeito deve vir em primeiro lugar. Então, antes de dizer palavras que possam ser ofensivas, pense bem. Essas palavras podem reverberar no outro de maneira destrutiva e podem acabar por afastar seu parceiro de você.

Os laços de amor e harmonia são resultado de momentos. Mesmo que sejam momentos difíceis, eles devem ser constituídos de respeito para que esse laço não se perca.

São atitudes simples que mudam toda a maneira como nos relacionamos e que podem contribuir para superar as dificuldades no casamento e encontrar a harmonia que você merece.

Share the Post:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Related Posts