Relacionamento perfeito: como construir uma relação saudável

“O casal perfeito não é aquele que nunca tem problemas, mas sim aquele que, apesar dos obstáculos, sempre permanecem juntos.” Essa frase de Rodrigo de Abreu resume perfeitamente o que os especialistas recomendam como relacionamento perfeito.

Afinal, manter uma relação duradoura e equilibrada não é fácil. Primeiramente é preciso entender que ter problemas no relacionamento é perfeitamente normal. Além disso, é possível aprender com os desafios propostos pela relação e evoluir, tanto como casal quanto individualmente.

Para ter um relacionamento feliz, é necessário dedicar tempo, energia e dedicação para vê-lo crescer ao longo dos anos, assim como cuidamos de uma planta. Depois, é preciso continuar ajustando e alinhando pontos. A seguir, vamos  mencionar alguns aspectos que caracterizam casais de sucesso.

Os planos e valores pessoais devem ser similares

Cada um de nós tem uma criação diferente. Por isso, somos seres únicos capazes de ter pontos de vista diferentes sobre um mesmo assunto. Por mais sincronizados que os casais perfeitos pareçam, eles sempre vão ter alguma diferença na personalidade ou no modo de pensar. Embora isso deva ser respeitado, não precisa ser um ponto de corte na relação.

Assim, mantenha sempre os planos e valores pessoais alinhados. Para isso, é importante manter o diálogo aberto sobre diversos temas, seja a gestão financeira, educação dos filhos ou até desejos para o futuro. 

Quando as opiniões são conflitantes, um dos parceiros precisa ceder ou negociar a melhor maneira de chegar a um consenso. Afinal, as particularidades de cada um foram um dos motivos pelos quais ambos decidiram ficar juntos, certo? Então, nada de brigas intermináveis por divergência de opinião.

Demonstre interesse pelos interesses do outro

No início dos relacionamentos, isso é muito comum. As pessoas demonstram muito interesse pelo gosto musical, pelos filmes ou pela comida favorita do outro. Com o passar do tempo, o casal deixa de acompanhar as preferências e passam a se concentrar naquilo que gostam, deixando um pouco daquela paixão inicial de apagar.

Isso é normal, mas não deveria ser. Da mesma forma acontece com outras coisas que conquistamos, depois que a temos passamos a deixar de lado em busca de outras conquistas.

É importante manter a chama viva, propondo programas do interesse do casal ou tornando o dia a dia mais leve. Afinal, não há nada pior do que uma relação entediante.

Entenda a linguagem do amor de seu parceiro ou parceira

Muitas vezes, os casais não compreendem que não estão se dando bem porque não falam a mesma linguagem. Isso mesmo, é possível que os falantes da mesma língua simplesmente não compreendam a linguagem um do outro.

Isso acontece porque cada um de nós demonstra seu amor de uma maneira diferente. Alguns preferem verbalizar o quanto amam, outros já demonstram através de presentes. Ainda há aqueles que realizam coisas para demonstrar seu amor, como cozinhar, lavar, consertar algo em casa.

Entender a linguagem do amor de quem você ama lhe ajuda a se conectar com o sentimento da pessoa, mesmo que ela não seja tão explícita quanto ao seu sentimento.

Valorize as pequenas coisas do dia a dia

São as pequenas coisas do dia a dia que transformam as relações ao longo dos anos. Por exemplo, se deixar a roupa suja no chão do banheiro irritar seu parceiro, evite fazer isso. Ou ainda um copo de água gelada no meio do expediente em home office faz toda a diferença. Pequenas gentilezas diárias que revelam uma vontade de fazer o outro mais feliz, mesmo que um pouquinho.

Da mesma maneira, reconheça as pequenas ações diárias. Nesse sentido, devemos nutrir o hábito de agradecer quando o parceiro ou parceira faz algo que nos agrade.

Ou seja, para um relacionamento feliz o casal precisa praticar regularmente as pequenas ações que agradam um ao outro. Porém, é sempre interessante buscar um equilíbrio para respeitar a individualidade para que a vontade de um não sobreponha a do outro.

Respeite a individualidade do outro

Quando tentamos mudar o outro e moldar de acordo com as nossas percepções do que é certo ou errado, a tendência é desgastar o relacionamento.

Isso porque cada pessoa tem suas características individuais que precisam ser respeitadas. Assim também acontece com os compromissos, de maneira que cada um tenha seu tempo e a liberdade de agendar suas atividades de maneira independente.

Respeitar o espaço do parceiro é fundamental para a saúde do seu relacionamento. Lidar com as dificuldades faz parte do processo e evitá-las também. Por isso, tenha sempre em mente que os relacionamentos saudáveis também passam por dificuldades, mas isso não significa que não tem solução.

O casal perfeito é aquele que assume suas imperfeições e trabalha nelas para construir uma convivência leve, amigável e repleta de momentos felizes.

Lembre-se sempre da história que você construiu ou que planeja construir, alinhando sempre as expectativas e os resultados.

Share the Post:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Related Posts