Por que os casamentos acabam?

Muitas pessoas só buscam ajuda quando se deparam com o seu casamento quase falido. Geralmente, não entendem por que os casamentos acabam, os sonhos se dissipam nas crises e as pessoas que se amavam tanto passam a ter conflitos inesperados.

A verdade é que todo relacionamento precisa de cuidados, exatamente como uma planta. Por isso, é preciso semear, regar e iluminar todos os dias. Seja um relacionamento amoroso mais recente, como um namoro, seja um casamento de muitos anos.

Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o número de divórcios entre brasileiros no ano de 2020 ficou em 331.185. Curiosamente, este número apresenta uma queda de 13,6% em comparação com o ano anterior.

Será que o isolamento social provocou os casais a refletirem mais sobre seus relacionamentos? Que tal propor essa conversa para a pessoa com quem você se relaciona?

O que acaba um relacionamento?

Os motivos que podem fazer acabar um relacionamento são muitos. Especialmente, neste momento histórico em que vivemos, bastante caracterizado pela vivência de amores líquidos.

Segundo Zygmunt Bauman, em sua obra “Amor líquido: sobre a fragilidade dos laços humanos”, vivemos numa cultura consumista que “favorece o produto pronto para uso imediato, o prazer passageiro, a satisfação instantânea, resultados que não exijam esforços prolongados, receitas testadas, garantias de seguro total e devolução do dinheiro”.

Assim, a experiência amorosa é semelhante às outras mercadorias, carregando todas as características de desejo imediato e resultados sem esforço.

Entretanto, as experiências de relacionamentos duradouros mostram que é preciso persistência e constante cuidado para não cair em ciladas que podem fazer o casamento acabar. Os principais motivos pelos quais os casamentos acabam são:

Ausência de diálogo

Uma relação precisa ser discutida. Apesar das famosas DR ‘s (discussão de relação) incomodarem os casais, geralmente elas culminam em soluções de problemas e dores.

Cada indivíduo leva consigo suas experiências passadas e pode acumular frustrações, criar falsas expectativas e até mesmo se distanciar por motivos pessoais. Com o propósito de retomar essa relação, o diálogo alinha os sentimentos, pensamentos e perspectivas de futuro.

Essa conversa não precisa ser pesada ou incômoda. É importante entender a linguagem que o seu parceiro ou parceira compreende a respeito do amor.

Deste modo, você pode preparar um jantar ou café da manhã para iniciar a conversa. Pode ainda compreender quais são as principais palavras que são recorrentes no discurso do outro e trabalhar esses tópicos de maneira a buscar uma solução.

Perda de respeito e admiração

O aspecto mais importante de qualquer relacionamento é o respeito. A partir deste conceito, nasce a confiança, a amizade e o também o amor. Por isso, a perda desse pilar pode ser destrutiva para um casamento, mesmo aqueles mais consolidados.

Um dos sinais de que há falta de respeito e admiração na relação ocorre quando os envolvidos passam a enxergar e ressaltar mais os defeitos do outro ao invés das qualidades.

Todos temos fraquezas, mas também temos qualidades. Por isso, é tão importante se lembrar constantemente das razões pelas quais o casal se apaixonou. 

Infidelidade

A infidelidade é um dos principais motivos de divórcio no Brasil. Juridicamente, é conhecida como conduta desonrosa ou violação do casamento.

Apesar do nome pomposo, este é um dos motivos que mais causam dor nas pessoas relacionadas. Isso porque o trauma emocional causado por uma traição muitas vezes é difícil de superar.

Algumas pessoas consideram o toque físico uma forte expressão de amor. Para alguns, se ocorre algum contato físico ou sexual com uma pessoa fora do casamento, significa que o amor está sendo dado a outra pessoa.

É preciso constante avaliação das prioridades dentro de uma relação. Caso uma delas seja a fidelidade, isso precisa ser manifestado e preservado, pois a confiança, uma vez quebrada, é muito difícil de reparar.

Fim do romantismo

Além do toque, a demonstração de afeto e carinho através de palavras é uma boa maneira de manter acesa a chama de um relacionamento.

Só para ilustrar, algumas coisas que fazem bem para a relação são: andar de mãos dadas, oferecer flores, fazer pequenas surpresas, oferecer apoio em momentos difíceis e por aí vai.

A vida sexual também é um ponto de atenção dentro de uma relação e deve ser cultivada para manter a relação de intimidade entre o casal.

As principais razões pelas quais os casamentos costumam chegar ao fim são perfeitamente evitáveis. De modo que é necessário, acima de tudo, vontade de continuar se relacionando. 

Esta avaliação precisa ser feita constantemente por ambas as partes, levando em consideração todas as coisas positivas e negativas que a relação traz para suas vidas. 

Embora seja mais fácil e rápido resolver um problema terminando um casamento, pode ser melhor dialogar e buscar maneiras de contornar as dificuldades, mantendo um relacionamento saudável e duradouro.

Para entender mais sobre o assunto, estamos preparando um e-book completo, capaz de te oferecer ferramentas poderosas para que você seja feliz no seu casamento.

Share the Post:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Related Posts